URDIDEIRA DIRETA MZD-N/1000

Clique aqui para baixar o folheto da Urdideira MZD-N/1000

Veja abaixo, na integra, o relatório do IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas) sobre a qualidade das Urdideiras da Petersen Santa Clara em 

RELATÓRIO DE VISITA 

Visitada:                    Fábrica da Teka em Artur Nogueira - SP
Data da visita:            14/05/2004
Participantes:             Claus Erik Petersen – Diretor P.S.C.
                               Wagner Kubinsky – Ger. Engenharia P.S.C.
                               Alexandre F. Naumoff – Pesquisador IPT 

Recebidos por:     Ivair Antonio Müller – Supervisor Manutenção da Tecelagem TEKA

 Ref.: Urdideira MZD-N/1000

 1.      Inicialmente foram visitadas duas Urdideiras diretas da marca Petersen Santa Clara do tipo MZD/1000 para carretéis de 2000mm de largura entre flanges de 1.000mm de diâmetro. Uma delas era mais moderna e outra já possuia mais de 15 anos.
2.      A mais moderna não estava em operação neste dia, porém, segundo o Sr. Ivair, está funcionando normalmente.
3.      Foram verificados no local os seguintes detalhes nas urdideiras:

a)     Os pentes são importados em virtude da qualidade do revestimento de cromo duro nas puas. 

b)     Ajuste do pente é manual

c)     Ajuste do rolo de encosto é com pistão hidráulico

d)     Pente possui movimentos oscilatórios frontal e lateral

e)     Freio do rolo, hidráulico duplo

f)        Medição, única no rolo de encosto

g)     Parada elétrica por sensor mecânico / foto-elétrico

h)      Durante a nossa visita, houve cerca de dez interrupções na máquina causada pelos fios, quando o rolo estancou imediatamente não causando nenhum problema de reinício após a emenda que era executada rapidamente.

i)        Arguido, o Sr. Ivair, se ele sentia falta da barra para descruzar os fios após cada parada, existente em algumas máquinas, ele respondeu que não, e que a máquina para isto tinha na sua programação, em cada parada, um pequeno toque de avanço, para manter os fios esticados.

j)        Foi perguntado também se o sensor mecânico / foto-elétrico de quebra de fio, para parada da máquina, já havia falseado, deixando de parar na quebra de fio. A resposta do Sr. Ivair foi que em cerca dos 15 anos de operação da máquina isto não havia acontecido.  

4                   A visita dirigiu-se ao local onde duas urdideiras diretas da marca Benninger, onde foi observado o processo praticamente idêntico de operação.

5                   Não constatou-se qualquer restrição quanto às qualidades ou rendimento entre as duas tecnologias de fabricação.

 

Voltar Para mais informações fale conosco.